Amazonas Cidade Destaques Economia Manaus

Suframa estima faturamento de R$ 140 bilhões em 2021

AMAZONAS – A estimativa de faturamento da Zona Franca de Manaus para 2021 é de R$ 140 bilhões. A informação é da economista da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Ana Maria Souza, durante entrevista para o Meio Dia com Jefferson Coronel desta sexta-feira (20).


O apresentador do Meio Dia, Jefferson Coronel, colou em discussão o futuro da produção da indústria no Polo Industrial de Manaus (PIM), e ouviu, além da economista da Suframa, o ex-superintendente da autarquia, Thomaz Nogueira, e o presidente do Centro da Indústria do Amazonas (Cieam), Wilson Périco. O assessor jurídico Fernando Borges, e o jornalista Gerson Severo, também participaram do debate.


Para a economista Ana Maria Souza, os grandes desafios da Suframa são a abertura comercial e encontrar um alinhamento de desenvolvimento da Zona Franca. “Estamos vindo de um processo pandêmico, temos a expectativa de chegar até o final do ano com R$ 140 bilhões em faturamento. Mas precisamos levar em conta a cadeia de suprimentos nacional e a cadeia de suprimentos da Zona Franca, que depende muito do mercado chinês. Tem portos que estão fechando ou retraindo o envio de navios e isso pode impactar na zona franca apesar de toda segurança jurídica que a gente tem”, comentou.

Economista da Suframa, Ana Maria Souza durante entrevista para o Meio Dia desta sexta-feira (20).


Os incentivos para o modelo Zona Franca de Manaus foram prorrogados até 2073, mas de acordo com o presidente da Cieam, o governo do Amazonas tem até fevereiro de 2023 para renovar os incentivos fiscais como ICMS, para as indústrias que atuam no Distrito Industrial. “Governo do Estado tem até fevereiro de 2022 para renovar o decreto, e prometeu a reformulação da Lei de Incentivos Estaduais até outubro deste ano, durante reunião com representantes das indústrias, e garantiu também, a preservação e manutenção dos incentivos”, pontuou.


O consultor tributário e ex-superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, reforçou que o Polo Industrial de Manaus é o motor da economia do Amazonas, e apontou a ‘mão’ do Estado para impulsionar a economia da região. “Perpassam no Congresso Nacional todas as discussões sobre incentivos, balança comercial e tudo, mas levantam u preceito liberal que o de que estamos longe do mercado, nós temos um custo logístico a que não se justifica”, criticou.

Política
Ainda durante o Meio Dia desta sexta-feira, o deputado estadual Ricardo Nicolau anunciou a pré-candidatura dele ao Governo do Amazonas nas eleições de 2022, e saída dele do PSD. O parlamentar segue sem partido, mas adiantou ao apresentador Jefferson Coronel, já manter diálogos com outras legendas.

Related posts

Governo lançará novo portal sobre qualidade de material de construção

Redação

Atlético Mineiro ganha do Fluminense e dá mais um passo rumo ao título

Redação

Atlético-MG vence Bahia e volta a ser campeão brasileiro após 50 anos

Redação

Deixe um comentário