Destaques Política

Lesa Pátria: PF quer identificar financiadores de atos golpistas

POLÍTICA – A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (11) a 11ª fase da Operação Lesa Pátria. O objetivo é identificar pessoas que financiaram e fomentaram os atos de 8 de janeiro, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados. 

Estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo STF, em São Paulo, no Mato Grosso do Sul e no Paraná. Foi determinado também o bloqueio de bens, ativos e valores dos investigados até o limite de R$ 40 milhões para cobertura e ressarcimento dos danos causados ao patrimônio público. 

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, destacou a PF em nota. 

Ainda de acordo com a corporação, as investigações continuam em curso e a Operação Lesa Pátria se tornou permanente, com atualizações periódicas acerca do número de mandados judiciais expedidos, pessoas capturadas e foragidas. 

***Com informações da Agência Brasil

Related posts

Bolsonaro veta fundo eleitoral de R$ 5,7 bi e aumento de recursos para vacina na LDO

Redação

Lula quer relançar parceria com China em mais de 20 acordos

Redação

Ampliação da operação da Eneva no Amazonas deve gerar 5 mil empregos em Silves e Itapiranga

Redação

Deixe um comentário