Amazonas Cidade Destaques Manaus

Defensoria Pública do Amazonas amplia horário de plantão para melhor atender a população

AMAZONAS – Para aprimorar o atendimento à população em situação de vulnerabilidade, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) estenderá o horário de plantão a partir do dia 11 de março, passando a funcionar até às 18h tanto na capital quanto no interior. A ampliação no horário de atendimento é um dos primeiros atos do novo Defensor Público Geral do Amazonas, Rafael Barbosa. 
Atualmente, o expediente regular da Defensoria Pública funciona de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Após este horário, a instituição entra em regime de plantão, atendendo casos urgentes que não podem esperar pelo expediente regular.  O mesmo acontece aos sábados, domingos e feriados, agora com atendimento de 8h às 18h. 
Essa decisão, segundo Rafael Barbosa, foi motivada pelo contexto atual da Defensoria Pública, que hoje conta com uma estrutura administrativa mais organizada, incluindo assessoria militar. Esses novos recursos, anteriormente indisponíveis, compõem a escala de apoio do plantão, permitindo uma melhor cobertura e atendimento às demandas urgentes da população.
O atendimento é realizado tanto de forma presencial, na sede da Defensoria Pública, localizada na Avenida André Araújo, nº 679, no Bairro Aleixo, quanto de maneira virtual, através do WhatsApp, pelo (92) 98559-1599. Essa dualidade visa facilitar o acesso dos assistidos, permitindo que escolham a forma mais conveniente para buscar assistência dentro das quatro áreas de abrangência do plantão: cível, família, criminal e custódia. 
“Com essas mudanças, a Defensoria Pública do Amazonas busca fortalecer ainda mais sua missão de oferecer assistência jurídica gratuita àqueles que mais necessitam, garantindo o acesso à justiça e contribuindo para a promoção da igualdade e cidadania”, reforça o novo Defensor Público Geral.

***Com informações de assessoria

Related posts

PF prende 47 CACs com mandados de prisão em aberto

Redação

Semana Nacional do Registro Civil atende exclusivamente pessoas em situação de rua, ribeirinhos, indígenas e refugiados

Redação

TCE-AM vai julgar 50 processos nesta terça-feira (19)

Redação

Deixe um comentário